Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2013

HISTÓRIA DOS BONS VELHOS TEMPOS

O ciúme lançou sua flecha preta E se viu ferido justo na garganta. (Caetano Veloso)

Naqueles tempos antigos, as pessoas eram muito mais reservadas e formais. Bom dia, Seu Antônio, bom dia, dona Maria, cada um em seu canto, sem, geralmente, se meter na vida do outro. Não diretamente, é verdade, pois as comadres comentavam tudo e os compadres falavam de algo mais além de roças de café e arrobas de boi nas rodadas de cachaça, café forte e queijo curado. Mas eram tempos bons, daqueles que o povo costuma dizer: Ah, os bons velhos tempos!... Ainda havia ternos de linho e chapéus de feltro e sapatos oxford reluzentes sobre o calçamento de pedra são tomé. Quando não se aventuravam para os lados da capital as pessoas nasciam e morriam no lugar, ainda que houvesse estrada de ferro e outros caminhos levando aqui e ali. Havia passarinhos nos pomares e meninos se enchendo de frutas. Havia moças feias e outras bonitas, embora eu me recuse a afirmar que uma moça seja feia; toda moça é potencialmente bo…